Total de visualizações de página

sábado, 7 de janeiro de 2012

Bom dia, bela poesia!



Resta esse constante esforço pra caminhar dentro do labirinto
Esse eterno levantar-se depois de cada queda
Essa busca de equilíbrio no fio da navalha
Essa terrível coragem diante do grande medo,
e esse medo infantil de ter pequenas coragens.

Vinícius de Moraes
Imagem Google

5 comentários:

Ranyele Oliveira disse...

Que poesia...amei!

Bom dia , Clau.

Só passeando em seu blog.

bjos

Patricia disse...

Tá inspirada hoje,hein amiga.
Lindo isso!!!
bjs
Patricia Petro

casa de fifia disse...

LINDA POESIA .
E PRECISO TER PEQUENAS CORAGEM...PARA CHEGAR AS GRANDES.
ADRO VINICIUS DE MORAES.
BOM FIM DE SEMANA

BACIONE

Pepa disse...

E vou te contar uma coisa, é preciso muita coragem, para ter uma pequena coragem, srrsrs
As coisas pequenas são tão difíceis !!

Bjus 1000 querida

Angela disse...

AH, CLAUDIA ESSE ANO SE EU NÃO TIVER ESSAS PEQUENAS CORAGENS, OS PROJETOS VÃO PRO ESPAÇO,MAS COMO DÁ MEDO...BJO FLOR E ÓTIMA SEMANA!